BA 168 | Coluna V. Rodrigues: “um olhar pelo retrovisor do tempo”

Por Valtermário de Souza Rodrigues
06/11/2020 18:45:36

 
Em viagem pelas curvas da estrada de Santos, rumo ao litoral paulista, pai e filho seguem conversando sobre variados temas. A viagem acontece no mês de outubro do ano de 2050. Em dado momento, o filho pergunta: “Pai! Qual o maior desafio que o senhor enfrentou na época em que foi balconista de autopeças lá em Salvador (BA)”?
 
O pai responde: “Filho! Em minha atuação ao longo de muitos anos como balconista, penso que o maior desafio que enfrentei foi durante o ano de 2020 até 2021, quando, inesperadamente, o mundo precisou travar uma guerra contra um inimigo invisível, após a OMS (Organização Mundial da Saúde) decretar pandemia do novo coronavírus (chamado de SarsCov-2). Em Salvador, no Brasil e em todo o mundo milhões de pessoas se infectaram pela Covid-19 (doença provocada pelo vírus)”.
 
Essa doença começou em Wuhan, na China, em dezembro de 2019, até que, em março de 2020, o surto foi declarado uma pandemia.
 
Dentre outras coisas, tivemos que conviver com o distanciamento social, uso de máscaras, higienização das mãos com álcool em gel e maior cuidado com a higiene pessoal. Governo e Prefeitura se uniram para construção de hospitais de campanha em tempo recorde, houve restrição de acesso às praias; fechamento de shoppings, academias e outras atividades não essenciais, por um bom período. Muitas empresas adotaram a política de suspensão do contrato de trabalho de colaboradores, como medida para tentar inibir demissões e adotaram o trabalho em home office, enfim, um “novo normal” foi estabelecido a partir daquela época. Sugiro que leia sobre esse assunto.
 
Recomendo a leitura de um artigo que escrevi no ano de 2020, publicado na minha então coluna no caderno do Balconista Automotivo, do Jornal Balcão Automotivo, edição 162, de mar/abr-2020, onde foi publicado o artigo “Pandemia Empresarial”, o qual foi bastante comentado nas redes sociais da época. O texto retrata que, a qualquer momento, podemos enfrentar situações inesperadas, e o grande desafio, sem dúvida, é saber lidar com as adversidades e buscar soluções que minimizem os efeitos causados por esses momentos.
 
O setor automotivo, por se enquadrar nas atividades essenciais, sofreu menor impacto em relação a outras atividades, tais como o turismo (aviação, hotéis, restaurantes, shoppings, etc), embora o mercado de carros novos tenha sofrido uma considerável queda nas vendas a partir de março/2020.
 
Em contrapartida, a compra e venda de veículos usados e a consequente manutenção desses veículos movimentaram o setor de reparação automotiva. A partir do segundo semestre, o mercado automotivo, como um todo, reagiu e houve um aquecimento nas vendas em toda a cadeia automotiva.
 
Outra questão relevante foi a adesão ao e-commerce pelas empresas vendedoras e compradoras, bem como pelo consumidor final.
 
Muitas empresas tiveram que antecipar projetos de vendas digitais e outras que não pensavam em aderir a esse tipo de negócio, impulsionadas pelas dificuldades impostas pela pandemia por conta do isolamento social, precisaram entender e participar do “mundo digital”. Em consequência, muitos empresários acabaram descobrindo que as vendas presenciais, em paralelo com as vendas digitais, se tornaram uma realidade, um “novo normal”, um caminho sem volta, assim como, de modo geral, as lives, as vídeo conferências e o home office se tornaram realidade a partir de então.
 
Outro grande desafio, há trinta anos, era me manter atualizado para lidar com uma gama enorme de itens de motor para atender às demandas por manutenção dos veículos. Os veículos da época eram bem diferentes dos veículos autônomos e veículos elétricos, atualmente, produzidos em massa.
 
Durante o ano de 2020 até o segundo semestre de 2021, passamos por momentos desafiadores, até que grandes laboratórios, finalmente, conseguiram aprovação para produção em massa de milhões de doses de vacinas contra a coronavírus, que foram disponibilizadas em larga escala para a população de grande parte do mundo. Dessa forma, começamos a nos livrar desse vírus que causou inúmeras perdas humanas e bastantes transtornos para a população mundial.
 
O grande aprendizado que ficou de tudo isso?
 
• O quão é importante é a nossa liberdade;
 
• Que o nosso tempo é uma questão de prioridades;
 
• Que a família é o nosso bem mais precioso;
 
• Que o poder e dinheiro sem saúde de nada valem;
 
• Que disponibilizar momentos para relaxamento e meditação são importantes para a saúde da nossa mente.
 
Uma pandemia ignora a desigualdade social. De alguma forma, atinge a todos, sem distinção e serve para fazermos uma reflexão sobre nossas vidas e proceder algumas correções.
 
Olhar pelo retrovisor do tempo, portanto, não deixa de ser importante em nossa trajetória de vida. Olhar pra trás, para o caminho percorrido, é tão importante quanto o presente e o futuro, vibrar pelas conquistas e perceber o quanto as dificuldades enfrentadas e os possíveis insucessos que aconteceram ao longo de nossa vida foram importantes para a nossa evolução, quer seja pessoal ou profissional, não deixa de ser uma injeção de ânimo, no sentido de olharmos pra frente e seguirmos na constante busca pela realização dos sonhos e metas.
 
O sinal está verde! dê uma rápida olhada pelo retrovisor e acelere rumo ao sucesso!
 
 
* Valtermário de Souza Rodrigues (foto) é Analista Administrativo Sênior da Distribuidora Automotiva S/A – Filial Salvador; Bacharel em Administração de Empresas; MBA em Gestão de Empresas; MBA em Liderança Coaching; Co-autor dos livros “Ser Mais Inovador em RH” – “Motivação em Vendas” e "Planejamento Estratégico para a Vida”


Comentários

Seja o primeiro a comentar


Canal Balcão Automotivo

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e assista aos nossos vídeos

NOTÍCIAS MAIS LIDAS