Com 6 mil licenciamentos, associadas à Abeifa crescem 13% em maio

Por Redação Balcão Automotivo
09/06/2021 19:21:19

 
Na importação, com 2.264 unidades, alta foi de apenas 0,8% em maio ante abril, mas a produção nacional registrou alta de 20,6%, com 4.352 unidades licenciadas em maio contra 3.609 em abril
 
As dezessete marcas filiadas à Abeifa – Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores, com licenciamento de 6.616 unidades, das quais 2.264 importadas e 4.352 veículos de produção nacional, anotaram em maio último alta em suas vendas de 13% ante abril de 2021, quando foram comercializadas 5.856 unidades. Comparado a maio de 2020, o aumento é de 261,9%: 6.616 unidades conta 1.828 veículos de 2020.
 
Na importação, as 2.264unidades vendidas significaram aumento de 0,8% ante as 2.247 unidades de abril de 2021 e de 126,2%% ante maio de 2020; enquanto na produção nacional – com 4.352 unidades – a alta de vendas foi de 20,6% ante as 3.609 unidades do mês anterior e de 426,2%% em relação a maio de 2020.
 
Com essas parciais mensais, os dados do acumulado dos primeiros cinco meses do ano, as unidades importadas significaram aumento de 17,9%: de janeiro a maio de 2021, foram registradas 10.528 unidades, contra 8.929 emplacamentos de importados em igual período de 2020. Já a produção nacional das associadas à Abeifa acumula, no mesmo período, 17.001 unidades licenciadas contra 9.673 unidades dos primeiros cinco meses de 2020,  alta de 75,8%.
 
Somadas as unidades importadas e as nacionais, com total de 27.529 veículos nos primeiros cinco meses de 2021, as associadas à Abeifa ainda registram percentual positivo de 48%. Em 2020, em igual período comparativo, o total de licenciamentos foi de 18.602 unidades.
 
“Mesmo com a pressão do dólar e do euro e ainda o cenário de consequências nefastas da pandemia, aos poucos as nossas associadas, em geral, estão recuperando suas vendas. Aquelas marcas que ainda não conseguiram, momentaneamente foram afetadas por falta de oferta de produtos, por conta do desabastecimento de peças e componentes. Mas entendemos que o setor consegue se recuperar porque há uma demanda reprimida”, esclarece João Henrique Oliveira, presidente da Abeifa.
 
João Henrique Garbin de Oliveira, presidente da Abeifa – Foto: Divulgação
 
Participações
 
Em maio último, com 6.616 unidades licenciadas (importados + produção nacional), a participação das associadas à Abeifa subiu para 3,77% do mercado total de autos e comerciais leves (175.405 unidades). Se consideradas somente as unidades importadas, as associadas à entidade responderam por 1,29% do mercado interno brasileiro, enquanto as unidades nacionais, com 4.352 veículos, significaram marketshare de 2,48%.
 
No acumulado dos primeiros cinco meses primeiro, com 27.529 unidades, as associadas à Abeifa representam 3,29% do mercado interno brasileiro, de 837.195 veículos emplacados.


Comentários

Seja o primeiro a comentar


Canal Balcão Automotivo

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e assista aos nossos vídeos

NOTÍCIAS MAIS LIDAS