Como o comércio de autopeças pode recuperar créditos fiscais

Por Escritório Ribeiro
27/05/2020 18:21:35

Ainda que as empresas de reparação de veículos sejam consideradas serviços essenciais pelo governo para garantir a manutenção do transporte de cargas e frotas de ambulâncias e viaturas de órgãos públicos, de acordo com o Decreto Federal 10.329, de 28 de abril de 2020, o movimento sofreu queda durante a pandemia e agora toda ajuda para recuperar receita é bem-vinda.

Em vista disso, lojistas de autopeças e reparadores de todo o Brasil podem recuperar débitos fiscais do PIS, Cofins, INSS entre outros, pagos indevidamente de acordo com a legislação e têm a oportunidade de participar do programa com metodologia criada pelo escritório Ribeiro, Di Chiacchio Sociedade de Advogados para recuperarem os créditos e garantirem uma renda extra a que têm direito. Segundo Renato Paladino, sócio do escritório, em 2019, foram recuperados aproximadamente R$ 3 milhões por centenas de processos de clientes do escritório.

O trabalho desenvolvido pela equipe agiliza o levantamento de dados fiscais das empresas, bem como faz toda a parte de apuração das informações de modo prático, sendo que não há custo inicial. “Essa análise de dados dos pagamentos fiscais da empresa possibilita identificar se houve falha que precisa ser corrigida e também fazer a restituição de créditos quando há comprovação. Além disso, a recuperação também permite que a companhia passe a pagar os impostos de forma adequada, conseguindo diminuir a carga tributária e os gastos, melhorando a gestão financeira”, revela Paladino.

Ele explica também que o método proporciona agilidade e produtividade, reduzindo consideravelmente a burocracia, possibilitando o ressarcimento de créditos acumulados de tributos o que impacta diretamente no caixa da empresa.

O escritório firmou parceria com o Sindirepa-SP (Sindicato da Indústria de de Reparação de Veículos e Acessórios do Estado de São Paulo) e Sincopeças-SP (Sindicato do Comércio Varejista de Peças e Acessórios para Veículos no Estado de São Paulo) para que as empresas interessadas possam participar e fazer a consulta, detalhes e mais informações podem ser obtidas em contato com o escritório.

Comentários

Seja o primeiro a comentar


Canal Balconista Automotivo

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e assista aos nossos vídeos

NOTÍCIAS MAIS LIDAS