Conheça sete dicas de um bom marketing digital de conteúdo B2B

Por Ricardo Martins
10/09/2020 19:43:38

 
O marketing de conteúdo B2B tem suas diferenças do marketing de conteúdo convencional. E se você se interessa por conteúdo ou quer começar a escrever para o seu blog institucional certamente já se deparou com muita informação disponível na internet e muitas delas provavelmente não se encaixam nas suas necessidades. Afinal, são voltadas a um segmento do mercado que não é o seu. 
 
O marketing B2B tem suas particularidades, precisa alinhar conhecimento técnico e ser atrativo, pois ninguém gosta de ler um conteúdo chato. Por isso, selecionei sete dicas para você melhorar sua estratégia de marketing de conteúdo B2B hoje mesmo! 
 
Você leria seu conteúdo?
 
Uma pergunta que você deve fazer antes de desenvolver o seu conteúdo é: “Eu leria este conteúdo e compartilharia com outras pessoas?”. Esta é uma pergunta que me faço a cada artigo que escrevo ou conteúdo que publico nas redes sociais.
 
Lembre-se: você precisa entregar valor. Se não fizer isso, será mais um meio da multidão. Mais do que leitores, você precisa conquistar fãs. E isso também funciona para o mercado B2B. Certa vez num jantar em família, ouvi a seguinte frase: “Mesmo as pessoas mais racionais do que emocionais quando tomam decisões elas são baseadas na emoção". Trazendo isso para o mercado B2B, quando seu cliente comprar de você ele estará baseado em emoções. Seu marketing de conteúdo B2B precisa sempre ter em mente o leitor, é ele que irá consumir, compartilhar seu conteúdo e se interessar pela sua marca. 
 
Escreva para ser encontrado
 
De nada adianta escrever toneladas de textos se você não os otimiza o seu para ser encontrado nas buscas do Google. Por isso, é importantíssimo ter conhecimentos sobre SEO. Textos otimizados com técnicas de SEO ajudam o Google a entender melhor sobre o que você está falando e assim apresentar o seu conteúdo para as pessoas corretas. Você quer ser lido e encontrado?
Então pense nisso. 
 
Construa confiança
 
Construir confiança e relação com o seu público é fundamental. Eu digo isso bastante em meus cursos e palestras. Há muitas maneiras de construir confiança com o seu público, mas nenhum é mais importante que manter um tom consistente em suas mensagens.
 
Sua equipe de criação de conteúdo precisa estar direcionada e entender profundamente sobre:
  • Sua marca;
  • Essência de sua empresa;
  • Concorrentes e quais produtos e serviços concorrem;
  • Direcionamento da empresa;
  • Missão, Visão e Valores;
  • Objetivos com sua estratégia de conteúdo;
O direcionamento dos pontos acima vão ajudar e direcionar sua equipe para um caminho único a ser seguido. Um bom exemplo: nas consultorias que realizamos, sempre fazemos um trabalho de entendimento da empresa e envolvemos pessoas de diversas áreas para uma reunião de imersão, é muito comum que colaboradores de áreas diferentes e das mesmas áreas tenham ideias diferentes sobre concorrentes e objetivos da empresa. Nesta reunião, mantemos todos alinhados. A confiança se constrói com base na sua exposição ao longo do tempo nos diversos canais em que você atua, seja os de venda, relacionamento e pós-venda. Se o seu conteúdo alterna a qualidade e tem pontos de vista conflitantes, seus consumidores nunca vão saber o que esperar. Você confiaria em alguém que constantemente muda de opinião?
 
Organize sua estratégia de conteúdo
 
É muito comum ver empresas escrevendo de tudo um pouco, e sem consistência. Muitas vezes, os profissionais acabam fazendo isso, pois não definiram sua estratégia corretamente e seguem as últimas tendências de conteúdo que algum guru disse e ora escrevem longos guias, depois pesquisas técnicas, listas, infográficos…
Dicas:
  • Mantenha uma estrutura de conteúdo consistente e que os conteúdos sejam relacionados.
  • Mantenha regularidade nas publicações.
  • Defina os conteúdos que serão trabalhados ao longo do mês.
  • Recentemente eu dei um workshop sobre estruturação de conteúdo e irei transformá-lo em curso online, em breve soltarei.
  • Seu conteúdo precisa vender
  • Seu conteúdo precisa sempre vender você ou seu produto, ou serviço. Engana-se quem acredita que conteúdo não vende. Ofertar sempre é fundamental.
 
Quando eu desenvolvo um conteúdo penso na seguinte estrutura:
  • Entregar valor;
    • Entregar qualidade;
    • Construir um conteúdo consistente;
    • Ofertar um serviço ou produto;
Por exemplo, neste artigo estou dando dicas valiosas sobre conteúdo. Eu posso até durante o texto oferecer meus serviços ou deixar para o final, com a mensagem: “Se você quer ajuda para estruturar o conteúdo de sua empresa, me chame!” e é isso que eu farei ao final do texto. Ofertarei meu serviço, pois você pode ser um potencial cliente. 
 
Aprofunde seu conteúdo
 
Na minha experiência, os conteúdos que mais recebem compartilhamento e visitas provenientes de diversos canais são os conteúdos mais profundos. Eu aprendi isso enquanto gerenciei o marketing digital da Polishop, que você deve conhecer pelas propagandas na TV e a atuação excelente nas redes sociais.
Os comerciais eram divididos em partes, cada uma com sua entrega específica. Mas focarei aqui somente em duas partes macros mais importantes:
  • Entrega uma tonelada de informação;
    • “E não é só isso!”

Ou seja, a primeira parte fazíamos uma entrega completa do produto, tudo que ele poderia fazer pela pessoa, benefícios, características e resultados. Quando o consumidor pensava que tudo sobre o produto já tinha sido entregue, era a hora de entregar mais. E então entrávamos com: “E não é só isso!” e neste bloco fazíamos ainda mais entregas. Pense nisso, no seu conteúdo.
Entregue valor e informações que os outros não entregam. 
 
Tenha seu leitor em mente
 
Ao escrever um conteúdo pense sempre no seu público. Pode parecer clichê falar isso, mas não é. Muitos produtores de conteúdo esquecem das pessoas que irão ler o conteúdo. Recentemente dei consultoria para uma indústria e todos os seus conteúdos eram pensados nas necessidades da empresa e não nos consumidores. A era do foco no cliente mudou para a era do foco do cliente. Pense sempre no conteúdo que irá responder às dúvidas e dores dos seus clientes e como seu produto ou serviço poderá beneficiá-los. 
 
Conclusão
 
Conteúdos desenvolvidos sem estratégia e organização não são efetivos. E quando estes dois fatores entram em cena é o que faz as empresas se destacarem no meio da concorrência. Saber como usar o marketing de conteúdo pode ser um grande aliado para sua empresa a conquistar e fidelizar seus clientes. Se você não tem uma estratégia definida, pare de escrever hoje e comece a planejar.
 
* Ricardo Martins - CEO e principal estrategista da TRIWI é especialista em marketing digital, graduado em Marketing pela Escola Superior Cândido Mendes, no Rio de Janeiro, e concluiu Master em Marketing pela ESPM, em São Paulo.
 


Comentários

Seja o primeiro a comentar


Canal Balcão Automotivo

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e assista aos nossos vídeos

NOTÍCIAS MAIS LIDAS