Empresários só têm a ganhar com uso do PIX em lojas e e-commerce

Por Redação Balcão Automotivo
29/12/2020 17:22:10

                                                        Arte: TUTU
 
Do Fecomercio
 
Webinário, realizado pelo Mercado Pago, com a presença da FecomercioSP, debate a adesão do meio de pagamento pelos varejistas e os cuidados inerentes à novidade
 
O PIX é uma ferramenta essencial aos empreendedores para compor a cesta de pagamentos. Esta modalidade de pagamentos instantâneos entrou em vigor há cerca de um mês no País e já obteve adesão de milhões de pessoas. Como o recurso não gera custos sobre as movimentações de pessoa física e possibilita que empresas tenham os gastos reduzidos nas transferências e pagamentos, o benefício deve guiar a escolha do consumidor daqui para a frente. É a esta mudança nos hábitos de consumo que o varejista deve estar atento.
 
Os impactos do PIX para os pequenos e médios varejistas foram debatidos em um webinário realizado pelo Mercado Pago, com as participações de Kelly Carvalho, assessora econômica da FecomercioSP; Elaine Shimoda, diretora de operações do Mercado Pago; e Wilson Poit, presidente do Sebrae-SP.
 
Kelly destacou que, ao contrário do TED e do DOC – modalidades tradicionais dos bancos –, o PIX otimiza a geração de recursos do empreendedor, tendo em vista que os pagamentos ocorrem instantaneamente, de modo que o empresário tenha um “fôlego” a mais antes de partir em busca de uma linha de crédito com juros mais elevados para honrar os compromissos. “Utilizar o PIX é ter dinheiro em caixa”, afirmou Kelly.
 
Entenda os detalhes dos procedimentos de segurança em torno do PIX e evite problemas
 
“Esta é uma nova experiência de compra para o consumidor. Por um lado, é muito fácil de usar: simplesmente apontando a câmera do celular para o código QR; por outro, vai melhorar o fluxo de caixa e a gestão do estoque nos negócios, já que o uso do PIX reduz o abandono do carrinho de compras no e-commerce. Isso é muito importante para o comércio eletrônico, que aguarda dias até a compensação (ou cancelamento) de um boleto bancário, tempo em que o produto está parado no estoque. Esse meio de pagamento afeta toda a cadeia do e-commerce, até mesmo o prazo de entrega tende a ser menor, um fator que está sempre na mira dos consumidores”, reforçou Kelly.
 
Um questionamento que muitos empresários fazem é quanto à segurança do PIX. Kelly pontuou que este é um meio de pagamento bastante seguro, exigindo reconhecimento facial, senha ou biometria para transações em alguns casos, mas que todas as movimentações são liberadas dentro dos aplicativos bancários, impondo uma barreira que só libera o acesso ao devido usuário.
 
Em relação a este ponto, Elaine, do Mercado Pago, lembrou que, por ser uma operação digital, sempre é possível saber quem começou a transação e quem recebeu, uma rastreabilidade que auxilia na prevenção a fraudes. “É importante ter em mente que, cada vez mais, os brasileiros estão se digitalizando, acostumados a pagar por aplicativos. A infraestrutura de segurança do PIX é a mesma. Entretanto, é essencial tomar cuidado com o compartilhamento de informações, pois há campanhas falsas, até mesmo por telefone, pedindo para que se enviem dados de cadastramento do PIX, como números de celular, e-mails, CNPJ ou CPF”, alertou.


Comentários

Seja o primeiro a comentar


Canal Balcão Automotivo

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e assista aos nossos vídeos

NOTÍCIAS MAIS LIDAS